Livro dos mortos Velho Egipto (Cap. 125) Segundo a crença do Velho Egipto, todos os mortos deveriam estar em condições de fazer as seguintes afirmações, para poderem entrar na sala de Osíris, onde o seu coração seria pesado numa balança. “Não cometi injustiça contra os homens; “Não matei os bois destinados ao sacrifício...; “Não fiz o que o deus abomina; “Não acusei falsamente nenhum servo diante de seu chefe; “Não deixei a ninguém passar fome; “Não fiz chorar ninguém; “Não matei; “Não mandei matar; “Não agi mal contra ninguém; “Não diminuí as ofertas de ali­mentos nos templos...; “Não cometi adultério...; “Não aumentei nem diminuí a medida do trigo; “Não diminuí a medida do campo; “Não enganei na medida do campo...; “Não roubei; “Não fui ganancioso; “Não furtei; “Não matei homens...; “Não falei mentiras...; “Contentei o deus com aquilo que ele ama; “Dei pão aos famintos, água aos sedentos, vestidos aos nus e con­dução para os que não tinham barco... “Salvai-me, portanto, protegei--me, portanto, e não testemunheis contra mim perante o grande deus! Tenho a boca pura e as mãos puras; sou um ao qual dizem: “bem-vindo!”, quando me vêem. Informação colhida no Dicionário de Teologia Bíblica de Bauer, Edições Loyola Não tenho informação sobre a data deste documento, mas foi certamente muitos séculos antes de Abraão, que viveu cerca do ano 1900 AC, pois no ano 2000 AC, o Egipto já estava na sua 12ª Dinastia (Tebana). Camilo – Marinha Grande, Outubro de 2005.
Total de visitas: 94767


CENTRO FEDERATIVO DE ATIVIDADES -LGBT/ DE MG
Escravidão, Homossexualidade e Demonologia

3. Bibliografia de Luiz Mott sobre Negros e Índios do Brasil

· LIVROS

1. Escravidão, Homossexualidade e Demonologia. S.Paulo, Editora Icone, 1988
2. O Sexo Proibido: Virgens, Gays e Escravos nas garras da Inquisição. Campinas Editora Papirus, 1989
3. Rosa Egipcíaca: Uma santa Africana no Brasil, Rio de Janeiro, Editora Bertrand-Brasil, 1993
4. As Religiões Afro-Brasileiras na luta contra a Aids, (co-autoria de Marcelo F.Cerqueira), Salvador, Editora CBAA/Ministério da Saúde, l998
5. Candomblés da Bahia: Catálogo de 500 casas de culto afro-brasileiro de Salvador, (co-autoria de Marcelo F.Cerqueira), Salvador, Editora CBAA/Ministério da Saúde, 1998

· CAPÍTULOS EM LIVROS NACIONAIS

1. "O Negro Homossexual no Brasil e na África", in Roberto da Mota (org.) Os Afro-brasileiros, Recife, Edição Massangana, 1985:128-131
2. "Escravidão e Homossexualidade", in Vainfas, Ronaldo (Ed.) História e sexualidade no Brasil, S. Paulo, Ed. Graal, 1986:19-40
3. "Terror na Casa da Torre", in João José Reis (ed), Escravidão e Invenção da Liberdade, SP, Ed. Brasiliense, 1988:17-32
4. "Rebeliões escravas em Sergipe", in O protesto Escravo, USP/IPE, 1987:111-130
5. "Da capela ao calundu: Religião e vida privada no Brasil", in Laura de Mello e Souza (org), A Vida Privada no Brasil Colonial, S.Paulo, Companhia das Letras, l997

· ARTIGOS EM REVISTAS INTERNACIONAIS

1. "Slave and Homosexuality", Quaterly, S. Francisco, nº24, 1985:10-25
2. "Da Schiave a Signore", Movimento Operário e Socialista, (Genova) nº2, 1988:347-352
3. "The Afro-Brazilian Religion and the reduction of risk of HIV/Aids infection", Abstract of the 12th International Aids Conference, Geneva, 1998


· ARTIGOS EM REVISTAS NACIONAIS

1. "Cautelas de alforria de duas escravas da Província do Pará, 1829-1846", Revista de História, USP, Nº 95, 1973:263-268
1. " A propósito de três livros sobre o Negro Brasileiro", Revista de História, USP, Nº 96, 1973:563-578
2. "A escravatura: a propósito de uma representação a El Rei sobre a Escravatura no Brasil", Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, USP, Nº14, 1973:127-136
3. " Brancos, pardos, pretos e índios em Sergipe, 1825-1830", Anais de História, Assis, ano IV, 1974:149-184
4. "Estatísticas e estimativas da população de Sergipe, 1707-1888", Mensário do Arquivo Nacional, ano VII, Nº12, 1976:19-23
5. "Pardos e Pretos em Sergipe: 1774-1851", Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, Nº18 1976:8-37
6. "Engenhos de açúcar em Sergipe del Rei, 1612-1884", Mensário do Arquivo Nacional, ano 9, 1978:14-18
7. "Uma escrava do Piauí escreve uma carta", Mensário do Arquivo Nacional, Nº 5, 1979:-10
8. "Violência e repressão em Sergipe: Notícia das revoltas de escravos, século XIX", Mensário do Arquivo Nacional, ano 11, Nº5, 1980:3-22
9. "Revendo a História da escravidão no Brasil", Mensário do Arquivo Nacional, ano 11, Nº7, 1980:21-25
10. "Economia e Sociedade: O problema da mão de obra escrava em Sergipe, século XIX", Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, Nº 28,1979-1981:19-32
11. "A Revolta dos Negros do Haiti e o Brasil", Mensário do Arquivo Nacional, Nº13, 1982:3-10.
12. "A Revolta dos Negros do Haiti e o Brasil", Revista da Associação Paranaense de História, Nº4, 1982:5-63
13. "Acotundá: Raízes Setecentistas do sincretismo religioso afro-brasileiro", Revista do Museu Paulista, vol.31, 1986:124-147
14. "Os Escravos noa anúncios de jornal de Sergipe", Anais do V Encontro da ABEP ,vol.1, 1986:3-18
15. "Heréticos e negros da cor do diabo", Diário do Sul, Porto Alegre, 27-3-1988:4
16. "Os Escravos nos anúncios de jornal de Sergipe", Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, nº29, 1983/1987:133-147
17. "A vida mística e erótica do escravo José Francisco Pereira", Tempo Brasileiro, RJ, nº 92/93, jan.jun.1988:85-104
18. "Alternativas eróticas dos africanos e seus descendentes no Brasil Escravista", Revista de História, Universidade Federal de Ouro Preto, nº1. vol.3, 1993:176-214
19. "O Calundu Angola de Luzia Pinta: Sabará, 1739", Revista do Instituto de Arte e Cultura, Ouro Preto, 1994 (10), 171:128-130

· ARTIGOS PUBLICADOS EM JORNAIS E CADERNOS CULTURAIS


1. "Uma Santa Africana no Brasil Colonial", Diário Oficial , S.P. julho 1987,nº62, p.4
2. "De escravas a Sinhás", Mulherio, S.P., janeiro, 1987
3. "De escravas a Sinhás", Diário Oficial Leitura, SP, Agosto, 1988
4. "Heréticos e negros da cor do diabo", Diário do Sul, Porto Alegre, 27-3-1988:4
5. "Um dominicano Feiticeiro no Brasil colonial", Diário Oficial Leitura, SP, jun.1989, nº 8:1-3
6. "Dedo de Anjo, Osso de Defunto: Os restos mortais na feitiçaria afro-luso-brasileira", Diário Oficial Leitura (SP), nº 8 (90), novembro 1989:1-3
7. "O complô do silêncio contra Zumbi", Zero Hora, P.Alegre, 27-5-1995
8. "Era Zumbi homossexual?", A Notícia, Florianópolis, 27-9-1995
9. "Aparecida é preta, não é negra", Folha de S.Paulo, 29-10-1995
10. "Quilombismo anti-gay", Folha de São Paulo, 21-5-1995
"O complô do silêncio desmerecia o herói gay" 24- Zero Hora (P.Alegre), 27-5-1995

· PRODUCAO DE MATERIAL EDUCACIONAL E INSTRUCIONAL SOBRE DIREITOS HUMANOS E AIDS

1. Aláfia: Jornal do Povo de Candomblé, Salvador, Centro Baiano Anti-Aids, Editora Grupo Gay da Bahia, 1999-2002
2. Boletim do Quimbanda-Dudu: Direitos Humanos, Diversidade Sexual e Cidadania dos Afro-descendentes, Salvador, Editora Grupo Gay da Bahia, Salvador, 1999-2002


BIBLIOGRAFIA DE L. MOTT SOBRE ETNO-HISTÓRIA DOS INDIOS DO BRASIL
· " Brancos, pardos, pretos e índios em Sergipe, 1825-1830", Anais de História, Assis, ano IV, 1974:149-184
· "Os índios do Piauí e a pecuária nas fazendas de gado de período colonial", Revista de Antropologia (USP), vol.22, 1979:61-78
· "Relação Nominal dos índios de Sergipe, 1825", Mensário do Arquivo Nacional, ano 11, Nº10, 1980:3-14
· "Etnohistória dos índios do Piauí", Mensário do Arquivo Nacional, Nº7,1981:15-30
· "Os índios do sul da Bahia: População, Economia e Sociedade, 1740-1854", Revista Cultura, Salvador, nº 1, Fundação do Estado , 1988:93-120.
· "Conquista, aldeamento e domesticação dos índios Gueguê do Piauí: 1764-1770", Revista de Antropologia, USP, vol.30-31-32, 1987-1989:55-78
· Piauí Colonial: População, Economia e Sociedade. Teresina, Secretaria de Cultura do Piauí, 1985
· Sergipe del Rei: População, Economia e Sociedade. Aracaju, Fundesc, 1986


 
Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net